Histórias em quadrinhos na formação de leitores

Os quadrinhos levaram um tempo para serem reconhecidos como objeto de leitura dinâmica e interdisciplinar. Por anos, foram considerados por muitos como um tipo de leitura que não se tinham muito proveito, eram até mesmo considerados ruins para a atividade mental das crianças. Alguns alegavam que poderiam afastá-las de leituras consideradas “mais profundas”, outros achavam até que poderiam afetar o comportamento delas, como se uma criança fosse tentar voar pela janela pois leu o quadrinho do super-homem.

 Hoje, sabemos que todo esse esforço para desmerecer os quadrinhos era, na verdade, um equívoco. No ambiente educativo, eles conseguem cumprir várias funções como ajudar na pré-alfabetização, alfabetização, servir como material de apoio para todas as séries, exercitar o hábito de leitura e tudo o que sua imaginação e planejamento alcançar.

Não é à toa que os quadrinhos são recomendados até pelos Parâmetros Curriculares Nacionais. É possível usá-los em várias disciplinas e para as mais diversas etapas escolares. Não é preciso procurar muito para encontrar uma tirinha em um livro de português, faça o teste! Sua linguagem é rica em detalhes que podem ser aproveitados: onomatopeias, balões, ilustrações, muitas informações. E vamos concordar que são bem atrativos para os alunos.  É possível também incentivar a leitura dos quadrinhos fora de sala, disponibilizando exemplares na biblioteca ou no intervalo das aulas.

Para uma formação de bons leitores, devemos aproveitar todos os tipos de leitura.

Se você se interessou pelas possibilidades e está pensando em inserir esse tipo de material nas aulas, pode aproveitar as dicas do livro Como Usar as Histórias em Quadrinhos na Sala de Aula.

Sinopse: Por meio de exemplos práticos e sugestões de atividades, os educadores poderão encontrar nesta obra uma fonte de ideias para trabalhar as HQs com seus alunos. Capítulos específicos buscam dar orientações didáticas sobre o uso delas em várias disciplinas, como Português, História, Geografia e Artes. O livro traz também, em sua primeira parte, um guia básico sobre a linguagem dos quadrinhos, com o objetivo de familiarizar os professores com o gênero.

Autor:  Angela Rama, Waldomiro Vergueiro.

blog comments powered by Disqus

Siga-nos no
Facebook!

gestaoescolarsemsegredos