Será que está na hora de mudar o PPP?

O projeto político-pedagógico (PPP) tem o objetivo de guiar a escola de modo estratégico em suas funções, o que exige um compromisso de toda a comunidade escolar. É preciso ficar sempre atento para saber se tudo está saindo como o planejado, para perceber quando surgem novas demandas, para compreender se todos estão sendo contemplados pelo que foi articulado na reunião. Para que o PPP cumpra seus objetivos, o ideal é que todos participem do processo: o planejamento deve ser justo, ouvir a todos e levar em consideração a realidade da escola e o que pode ser cumprido.

Infelizmente, é de costume que o PPP acabe sendo esquecido no meio do caminho. Isso geralmente acontece porque os dados estão registrados, mas não se sabe o que fazer com eles. É comum que chegue ao ponto de estar muito desatualizado em relação a realidade da escola, uma vez que ela está em constante transformação. Esses são os sinais que demonstram a necessidade de uma reestruturação do projeto e é preciso reavaliar o que está acontecendo no cenário escolar: as metas estão dentro do alcance? O que foi planejado foi executado? Quais são as novas necessidades? O que não está dando certo? O que tem maior urgência?

A sugestão do GESS é medir os indicadores e comparar com os resultados dos períodos anteriores, estando de olho em tudo o que acontece, claro, mas também perguntando e sabendo ouvir. Pergunte a si mesmo: Qual a experiência dos alunos diante ao que está acontecendo na escola?

Existem várias instituições grandes que aplicam um questionário pontual para avaliar a percepção dos alunos e de toda a equipe colaboradora. Não é tão difícil de realizar quanto pode parecer, o próprio Google oferece ferramentas para montar questionários.

Depois de avaliar com a ajuda de toda a equipe gestora, administrativa e pedagógica, é possível reconstruir um PPP democrático, dando foco no plano de ações e projetos e nas questões: o que muda, o que fica, qual é a escola que queremos?

Pontos para levar para a reunião:

  • A avaliação do conjunto e a autoavaliação.
  • O que não é viável ou aproveitável e pode ser descartado.
  • Qual é a efetividade das estratégias traçadas?
  • Qual é o aproveitamento da aprendizagem? É preciso mudar de estratégia para melhorar a qualidade?
  • Quais os custos que podem ser cortados e o que é prioridade para investimentos?
  • Qual é a média do o progresso individual de cada aluno?
  • Quais indicadores podemos usar?

O PPP deve ser atualizado assim que houver necessidade, sem se restringir a períodos de tempo para ser revisto, ou seja, você pode fazê-lo anualmente ou até antes disso, porém suas metas devem apresentar datas para motivar a realização destas. O ideal é que todos da comunidade escolar tenham voz, que participem ativamente do processo. Todo esse esforço vale a pena.

blog comments powered by Disqus

Siga-nos no
Facebook!

gestaoescolarsemsegredos