Como ajudar o aluno a gostar de matemática

A matemática é a matéria mais temida no mundo, mas por quê?

Não existe apenas uma resposta para isso. Talvez seja porque seu conteúdo é linear, e para entendê-la o aluno precisa ter entendido as etapas anteriores, ou talvez o aluno já venha com a mentalidade de que a matemática é difícil, pois é o que ele ouve desde que começou a aprender os números. Nos tópicos abaixo podemos explorar algumas das hipóteses com o intuito de tentar corrigi-las em sala de aula. 

  1. Associe a matemática com o cotidiano do aluno: quando o conteúdo parece distante da sua realidade, como normalmente ele é apresentado, fica mais difícil que haja um interesse na aprendizagem da matéria.
  2. Desmistifique a matemática como algo incompreensível: existe um preconceito por parte da maioria dos alunos de que matemática é um bicho de sete cabeças. Achar que odeia matemática impede que a aprendizagem se dê de forma satisfatória, pois fica parecendo que entendê-la é para poucos.
  3. Neutralize o medo que os alunos têm de errar: normalmente o ser humano associa o erro à punição. O medo que o aluno tem de matemática pode muito bem ser o medo de errar. Para que isso seja desarmado, o aluno tem que entender que errar não é ruim, mas sim um processo da aprendizagem.
  4. Não resuma a aprendizagem em “vai cair na prova”: a avaliação é um medidor de aprendizagem para que a escola tenha ideia do que o aluno está absorvendo, mas as vezes temos o costume de dar muito valor para a prova, o que pode fazer com que o aluno se preocupe em decorar a matéria em vez de aprendê-la.
  5. Dê um espaço para que o aluno resolva os exercícios da sua própria maneira: cobrar apenas o seu método de ensino pode deixar alguns alunos frustrados por terem dificuldade com o método em específico. Aprender exatamente da maneira ensinada é importante em muitos casos, mas dar liberdade para o aluno raciocinar, pensar em como ele pode resolver aquilo, também é importante.
  6. Use o lúdico para refrescar a cabeça dos alunos, mas sem tirar o foco das aulas: jogos educativos de que trazem matemática, como xadrez ou banco imobiliário, ajudam o aluno a se interessar por essa face dos números que muitas vezes fica escondida nas aulas normais. O mesmo serve para jogos e aplicativos interativos online que envolvam matemática.
blog comments powered by Disqus

Siga-nos no
Facebook!

gestaoescolarsemsegredos